03 July 2015

Reunião com a direcção do IEFP de Matosinhos

No passado dia 29 de Junho, o secretariado da concelhia de Matosinhos conforme tinha requerido, reuniu com a directora do centro de emprego de Matosinhos e com o delegado regional do norte responsável pela coordenação dos serviços regionais do IEFP, com o objectivo de aferir da situação actual do desemprego no concelho, possíveis características estruturais locais, as condições de trabalho deste centro, assim como, conhecer o nível de utilização dos programas de emprego/inserção e a sua relação com a câmara municipal.

Após algumas explicitações de âmbito técnico para análise dos dados, a direcção presente do IEFP apresentou e demonstrou os últimos números do desemprego envolvidos no concelho (Maio de 2015), como também, o número de inscritos neste centro que actualmente estão envolvidos em formação, programas ocupacionais e programas de emprego/inserção.

Os contractos de emprego\inserção não são vertidos nos relatórios do IEFP com rubrica própria, pelo que os elementos do BE demonstraram o seu degrado por este facto e a pela sua dimensão não ser de escrutínio directo estando agregados num conjunto de situações variadas e diferentes.

Os inscritos no centro que não estão envolvidos em programas, não têm nenhum apoio e não têm atribuído o subsídio de desemprego, são contactados periodicamente (via postal) pelo centro sobre a sua situação de emprego actual e se pretendem continuar inscritos no mesmo, se não responderem, o IEFP procede à anulação da sua inscrição automaticamente e sem aviso formal.

Questionados sobre os programas de estágios profissionais e o seu uso abusivo por parte de algumas empresas, a direcção explicitou as novas regras de atribuição de bolsas de estágios profissionais que prevêem medidas de controlo específicas sobre esta situação, o que não é verifícavel na prática corrente das empresas que utilizam estes programas.

Referenciaram também a forma como muitas das novas ofertas de emprego são mais exigentes na formação, e na tentativa do centro se adaptar às exigências requeridas por algumas destas ofertas, sendo em algumas delas de difícil resposta em adequar as formações possíveis às exigências de perfil das ofertas.

A direcção mencionou que embora a situação não seja muito grave, o quadro de funcionários tem algumas lacunas o que não permite efectuar mais trabalho fora do centro e mais perto das pessoas, como melhor acompanhamento das pessoas envolvidas nos programas de formação e emprego/inserção.



Comissão Coordenadora Concelhia de Matosinhos do Bloco de Esquerda

No comments:

Visitas

Contador de visitas