05 July 2011

Manifestação contra o encerramento do Posto de CTT Monte dos Burgos





Na passada sexta-feira, 1 de Julho, pelas 16h, um grupo de pessoas juntou-se à porta do posto de CTT de Monte dos Burgos, a fim de manifestar o seu descontentamento e desacordo perante a decisão do encerramento do respectivo posto.

O intuito de fechar o balcão dos CTT é justificado pelo actual Governo como sendo uma decisão relacionada com a redução de custos imposta pelo Orçamento de Estado deste ano. O fecho desta estação está inerente ao plano de privatização dos CTT, que visa eliminar serviços públicos essenciais às populações.

Com o encerramento deste posto, a população que vive ou trabalha na zona, é obrigada a deslocar-se à estação dos CTT no NorteShopping ou à estação da Senhora de Hora, que fica a mais de 3 kms. As outras opções mais próximas, como os CTT do Amial ou do Carvalhido, situam-se a mais de 4 kms da zona, o que para os utentes, sobretudo os mais idosos, reformados e até deficientes, é um grande problema. Não é só a população que sai prejudicada com o desaparecimento deste serviço, mas também um conjunto de micro, pequenas e médias empresas que o usam. Para além desta questão, o encerramento deste posto do CTT implica também a redução de postos de trabalho.

Contestando as medidas de privatização do Governo e solidário com os utentes do posto, o Bloco de Esquerda esteve a apoiar os vários moradores, jovens, pessoas de meia idade, reformados e pensionistas, na manifestação e na acção de ocupação da estação de CTT de Monte dos Burgos. A insatisfação popular via-se e ouvia-se em cartazes e em palavras ditadas por um megafone. O protesto culminou com a reclamação feita por escrito no Livro de Reclamações do posto de CTT, que todos os manifestantes subscreveram.

02.07.2011

No comments:

Visitas

Contador de visitas